Entrar

Simulado: Exercícios sobre Mercantilismo e Absolutismo com gabarito

Marque todas as questões do simulado desta página "Exercícios sobre Mercantilismo e Absolutismo com gabarito" e clique no botão "Corrigir". Se preferir, baixe o PDF.


12 resolveram
44% acertos
Difícil
0 ótimo
5 bom
6 regular
1 péssimo

(Mackenzie-SP–2007) Fundamental para a estruturação do sistema colonial português na Idade Moderna, o chamado “exclusivo colonial” visava, sobretudo, a:


(UFPel-RS–2006) A causa principal, quase única, da alta dos preços (que ninguém até agora mencionou) é a abundância do ouro e da prata existente hoje em dia neste reino, em escala bem maior do que há quatrocentos anos. Mas, diria alguém, de onde pode ter vindo, desde então, assim tanto ouro e tanta prata? […] Os castelhanos, submetendo ao seu poder as novas terras ricas em ouro e prata, abarrotaram a Espanha. Ora, a Espanha que só vive graças à França, vendo-se inevitavelmente forçada a vir buscar aqui cereais, linhos, tecidos, papel, corantes, livros, artefatos de madeira e todos os tipos de manufaturas, vai procurar para nós, nos confins do mundo, o ouro e a prata.

BODIN, Jean. Da República.

As afirmações de Bodin apontam para:


(UFMG) Todas as alternativas apresentam medidas que expressam formas através das quais o mercantilismo se exerceu, EXCETO:


(PUC-PR) A Revolução Francesa foi um movimento que liquidou com o absolutismo real na França e refletiu-se no Ocidente. Sobre o tema, analise as afirmações.

I. Sua última fase, de menor radicalismo e grande corrupção, denominou-se Convenção.

II. O Diretório foi substituído pelo Consulado, no qual se destacou Napoleão Bonaparte.

III. A Revolução teve por causa intelectual influência da filosofia iluminista.

IV. O Terceiro Estado declarou-se transformado em Assembleia Nacional Constituinte e que não reconhecia o poder do Clero ou da Nobreza.

São afirmações corretas:


(UFTM-MG) Durante a Idade Moderna, na Europa, a vida econômica, social e política foi marcada:


(Unifor-CE) Bossuet destacou-se como um dos principais teóricos do absolutismo. Em seu livro procurou:


(FGV) Leia atentamente as afirmações abaixo, sobre mercantilismo, e assinale a alternativa correta.

I. São característica essenciais do mercantilismo: o monopólio, o protecionismo e a balança comercial favorável.

II. O objetivo fundamental do mercantilismo, como política de acumulação de capitais, é a livre concorrência sem a intervenção do Estado-nação.

III. As medidas da política econômica mercantilista foram idênticas em todos os países da Europa durante os séculos XVI, XVII e XVIII.

IV. pacto colonial está no contexto das práticas mercantilistas.

V. O insucesso da política mercantilista expressa-se pela permanência da política bulionista por três séculos.


(FAAP) Dizia o Arcebispo de Canterbury em 1690, que “em todas as lutas e disputas que nos últimos anos ocorreram nesta parte do Mundo, julgo que, embora alegassem objetivos altos e espirituais, o fm e o objetivo verdadeiro era o Ouro, a Grandeza e a Glória secular.” Ouro, Grandeza e Glória podem ser resumo preciso do que buscavam os mercantilistas, portanto é de se supor que o Arcebispo tenha escrito o texto no século:


(UESPI/2012) O poder dos reis tinha, na época do absolutismo, respaldo em ideias de filósofos, como Hobbes, e fortalecia a centralização de suas ações colonizadoras no tempo das navegações. Os reis do absolutismo:


(UDESC/2012) Em relação à Formação dos Estados Nacionais Modernos, é correto afirmar.


(PUCRS) Dentre os vários meios desenvolvidos nos  Estados nacionais modernos para garantir o poder das monarquias não se pode citar a adoção de:


Texto associado.

(PUC-Campinas) Leia e reflita sobre o texto.

“À primeira vista, afigura-se paradoxal que Portugal e Espanha tenham conseguido preservar seus extensos domínios ultramarinos depois da perda da hegemonia ibérica e ascensão das novas potências preponderantes no quadro europeu e do desenvolvimento da competição colonial. Efetivamente, tendo realizado com precedência etapas decisivas da unificação nacional e da centralização política da monarquia absolutista, os países ibéricos (…) puderam marchar na vanguarda da expansão marítima que redefiniu a geografia econômica do mundo e marcou a abertura dos Tempos Modernos (…).”


(NOVAIS, Fernando. Portugal e Brasil na crise do antigo sistema colonial (1777-1808), São Paulo: Hucitec, 1981, p.17.)

O conhecimento histórico e as ideias do autor possibilitam afirmar que:


(UNIRIO) O Absolutismo monárquico manifestou-se de formas variadas, entre os séculos XVI e XVIII na Europa, através de um conjunto de práticas e doutrinas político econômicas que fundamentavam a atuação do Estado Nacional Absoluto. Dentre essas práticas e doutrinas, identificamos corretamente a:


(FGV) Os Tratados de Westfália (Münster e Osnabruch), que puseram fm à Guerra dos Trinta Anos (1618 – 1648), tiveram ampla repercussão, tendo em vista que:


(Unirio).

Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada
(BANDEIRA, Manoel. “Vou-me embora pra Pasárgada”. In: Vou-me Embora pra Pasárgada e Outros Poemas. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997.)

O reino imaginário de Pasárgada e os privilégios dos amigos do rei podem ser comparados à situação da nobreza europeia com a formação das monarquias nacionais modernas. A razão fundamental do apoio que essa nobreza forneceu ao rei, no intuito de manter-se “amiga” do mesmo, conservando inúmeras regalias, pode ser explicada pela(o):


Qual movimento intelectual surgido no século XVIII, por meio de nomes como Adam Smith, foi profundamente crítico do mercantilismo?


(AEVSF/Facape) Sobre as navegações ultramarinas e seus desdobramentos, assinale a alternativa CORRETA:


(Faap – 1996) Principalmente a partir do século XVI vários autores passaram a desenvolver teorias, justificando o poder real. São os legistas, que através de doutrinas leigas ou religiosas, tentam legalizar o absolutismo. Um deles é Maquiavel: afirma que a obrigação suprema do governante é manter o poder e a segurança do país que governa. Para isso deve usar de todos os meios disponíveis, pois que “os fins justificam os meios” professou suas ideias na famosa obra:


(Cesgranrio - 1990) A frase de Luís, “L’Etat c’est moi” (o estado sou eu), como definição da natureza do absolutismo monárquico, significava:


(Fepese) Foram elementos impulsionadores da colonização da América, no século XVI:

  1. Conversão dos povos gentios ao Catolicismo.
  2. Possibilidade de localizar metais preciosos.
  3. Excedentes populacionais na Península Ibérica.
  4. O fim da União das Coroas Ibéricas.
  5. Garantir a posse dos territórios da América.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.


Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
História do BrasilEnsino Médio25
História GeralEnsino Médio10
AntiguidadeEnsino Médio2
MercantilismoEnsino Médio1
Idade MédiaEnsino Médio1
História e Geografia do Mato GrossoEnsino Fundamental1
Iluminismo, Segunda Guerra, História do BrasilEnsino Médio1
Teoria em HistóriaEnsino Médio1

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.