Entrar

Questão 680: Assinale a alternativa que completa correta e respectiva...

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas de linha contínua no texto.



Texto associado.

Filhos, melhor não tê-los?

Vinicius de Moraes era conhecido entre amigos e
fãs como "o poetinha". Diminutivo carinhoso, que nada
tem a ver com a qualidade de sua obra literária: Vinicius
era, e é, um grande poeta, autor de versos antológicos,
como aqueles que se constituem num surpreendente e
desafiador paradoxo:
     Filhos, melhor não tê-los.
     Mas, se não os temos, como sabê-lo?
     Observem o contraste entre os dois versos. No
primeiro, Vinicius faz uma afirmativa categórica: "Filhos,
melhor não tê-los." É algo que pode ter resultado, em
primeiro lugar, de uma experiência pessoal. Casado várias
vezes, Vinicius teve muitos filhos. E teve também uma
vida atribulada, cheia de conflitos de várias ordens. Mas
quando afirma que "Filhos, melhor não tê-los", Vinicius
certamente não se restringe a seu próprio caso: está
verbalizando, e de uma maneira que nem é tão poética,
aquilo que muitos pais sentem quando se sentem
__________ pelas obrigações resultantes da
paternidade. Quando o filho chora de noite, quando o
filho vai __________ no colégio, quando o filho cria
confusão, "Filhos, melhor não tê-los".
     Mas esta não é uma afirmação definitiva. A
paternidade dá incontáveis alegrias. Mais: a paternidade
e a maternidade conferem ........ pessoas um sentimento
de realização pessoal que corresponde a uma
necessidade embutida na própria condição humana, a
um verdadeiro e poderoso instinto. Paternidade e
maternidade significam continuidade. Afinal, é bom ou é
ruim ter filhos? Notem que o primeiro verso é uma
afirmação que se pretende definitiva: filhos, nem pensar,
filhos só dão trabalho - ........ muitos provérbios que o
_______, como aquele que diz: "Filhos pequenos, pequenas
preocupações; filhos grandes, grandes preocupações."
     Administradores modernos bolariam algum cálculo
do tipo custo-benefício para responder ........ questão do
vale ou não a pena. Mas o comum das pessoas não
chega a esses extremos. O resultado é a dúvida. Que
só pode ser esclarecida com a própria paternidade e
com a própria maternidade. Ou seja: correndo o risco.
Porque a vida é isso, correr riscos. Quem não se arrisca
não apenas não petisca: não vive.
     A interrogação formulada por Vinicius continua atual.
E cada pessoa, cada casal, responde a sua maneira. O
que devemos aceitar. Somos humanos, e nada do que é
humano pode nos parecer estranho.

 Adaptado de: SCLIAR, Moacyr.  Zero Hora, Porto Alegre, revista Donna, 30 de março de 2008.
Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas de linha contínua no texto.
🧠 Mapa Mental
Resolver questõesEscolaridadeQuantidade
Interpretação de TextosEnsino Superior5484
Interpretação TextualEnsino Médio2502
SintaxeEnsino Médio1727
MorfologiaEnsino Superior1188
PontuaçãoEnsino Médio832
OrtografiaEnsino Médio593
Redação OficialEnsino Médio455
CraseEnsino Médio386
Morfologia PronomesEnsino Médio370
Morfologia Verbos Ensino Médio190
Resolver simuladosEscolaridadeQuantidade
Interpretação de TextosEnsino Superior272
SintaxeEnsino Médio28
Interpretação TextualEnsino Médio17
PontuaçãoEnsino Médio8
MorfologiaEnsino Superior8
VerbosEnsino Médio8
Flexão VerbalEnsino Médio7
Locução AdverbialEnsino Médio7
OrtografiaEnsino Médio5
Divisão SilábicaEnsino Médio4