Entrar

Quantas questões tem que acertar no concurso do INSS?

Por Sumaia Santana | Em 26/12/2023 16:09:20 | Como Passar, INSS

Descubra quantas questões é preciso acertar para ser aprovado no concurso INSS. Conheça algumas características do temido “Método Cebraspe”.


Como se preparar para as provas de concurso do INSS?
Como se preparar para as provas de concurso do INSS?

Confira a seguir os tópicos que abordaremos neste conteúdo:

O concurso INSS é com certeza um dos mais aguardados dos últimos anos. Se tudo sair conforme o planejado, a seleção acontecerá ainda este ano, antes das eleições.

Até agora, o número de vagas estabelecido é de 7.575. Elas são destinadas aos cargos de Analista do Seguro Social e Técnico do Seguro Social. Os salários iniciais poderão ser de R$5.447,78 (Técnico) e R$8.357,07 (Analista).

Fila de quase 2 milhões de atendimentos: déficit de servidores no INSS

E é bom que as expectativas se confirmem, dado o déficit de servidores. Isso porque há uma fila de atendimento de 1.838.459 pedidos ainda sem resposta, afirma o Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

A fila de quase 2 milhões de atendimentos sem conclusão, diz respeito à fase inicial da concessão de benefícios, segundo Adriana Bramante, presidente do IBDP. Solicitações de revisão ou processos que estejam em fase de processo judicial não estão neste número.

O déficit de funcionários é tanto que o próprio INSS diz que o número de pessoas sem resposta é maior: 1.865.209, contra os 1.838.459 informados pelo IBDP. Mas, independentemente da quantidade de cidadãos não atendidos, a falta de servidores é bastante grave.

Para você ter uma ideia, o INSS explica que 800 mil pedidos chegam todos os meses ao órgão. Desses, somente 700 mil recebem atendimento. A presidente do IBDP é categórica ao dizer que o déficit de servidores no INSS explica o baixo número de pedidos atendidos.

Como se preparar para as provas de concurso do INSS?

Uma boa dica para se preparar é saber como são os exames teóricos. Por isso, visando ajudar você a se preparar para este que é um dos certames mais esperados dos últimos tempos, trouxemos esse panorama sobre a estrutura das provas dos concursos INSS:

Prepare-se para o concurso do INSS:

Banca Organizadora - Cebraspe

O Cebraspe organizou o último concurso para Analista do Seguro Social e Técnico do Seguro Social em 2015. As provas do Cebraspe são bem temidas e uma das explicações é porque uma questão errada anula uma questão certa.

Conheça algumas características do temido “Método Cebraspe”.

  • Edital não traz o número de questões por disciplina, somente o número de perguntas nas categorias "conhecimentos básicos” e “conhecimentos específicos;
  • Questões podem ser do tipo “certo ou errado” ou de múltipla escolha. Quando for “certo ou errado”, a banca aplica 120 questões e cada acerto vale 1 ponto, enquanto cada erro tira 1 ponto. Nas questões de múltipla escolha, o número varia conforme o certame;
  • Na prova não há separação das questões por disciplina. Dessa maneira, o candidato poderá se deparar com perguntas de Matemática mescladas com questões ligadas ao Direito;
  • Provas muito longas, com enunciados que exigem pleno conhecimento da disciplina. Isso exige domínio do tempo e bom preparo físico dos candidatos;
  • Nas questões de Língua Portuguesa, interpretação é importantíssima, para entender as relações entre as ideias apresentadas;
  • Nas questões de Inglês, caso haja algum termo em destaque (negrito ou sublinhado), deve-se ter atenção a isso;
  • Questões de Raciocínio Lógico mescladas com conteúdos de Matemática;
  • Questões de Informática são consideradas difíceis. A teoria sobre esse assunto deve ser bem sólida. Outro aspecto é que as perguntas dessa disciplina costumam ser multidisciplinares, ou seja, questões de Informática podem vir acompanhadas de assuntos matemáticos, como porcentagem.

Quantas questões tem que acertar no concurso do INSS?

O último concurso para esses cargos teve o padrão múltipla escolha. Foram 120 questões com 5 alternativas cada e somente 1 errada, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.

A aplicação da prova aconteceu em 15 de maio de 2016, com 3h 30 para ambos os cargos.

De caráter eliminatório e classificatório, a prova valeu 120 pontos, 1 ponto por questão. O julgamento foi no critério CERTO ou ERRADO, onde 1 ponto é computado a cada resposta certa e 1 ponto é descontado a cada resposta errada.

Segundo o edital, a reprovação na prova objetiva e eliminação do concurso estava condicionada a um dos critérios abaixo:

  1. nota inferior a 10,00 pontos na prova de Conhecimentos Básicos;
  2. nota inferior a 21,00 pontos na prova de Conhecimentos Específicos;
  3. nota inferior a 36 pontos no conjunto das provas objetivas.

Em caso de candidatos empatados após a divulgação do resultado final, a preferência foi por quem obedeceu aos seguintes critérios, nesta ordem:

  1. idade igual ou superior a 60 anos até o último dia de inscrição;
  2. maior nota na prova objetiva de Conhecimentos Específicos;
  3. maior número de acertos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos;
  4. maior número de acertos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos;
  5. maior idade;
  6. tiver exercido a função de jurado (conforme artigo 440 do Código de Processo Penal).
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana | Comunicação Social
Formada em Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV. Atua com redatora desde 2015, com experiência na criação de artigos e notícias sobre os mais diversos temas.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.